SEEB-MA se reúne com o Super da SR São Luís

SEEB-MA se reúne com o Super da SR São Luís

Escrito em 26/05/2024

Em reunião realizada nessa quinta-feira (18/04), o SEEB-MA entregou um ofício com propostas e cobranças ao Superintendente de Rede da Caixa Econômica Federal em São Luís, Romero Cavalcanti.

No documento, aprovado em Assembleia Geral no dia16 de abril, os bancários da CEF sugeriram medidas para minorar os efeitos danosos da sobrecarga de trabalho, da extrapolação de jornada e do atendimento demorado prestado aos clientes, decorrentes da alta demanda ocasionada pelos programas sociais do Governo Federal, como o Pé-de-meia.

Entre as propostas do funcionalismo, destacam-se: o direcionamento de todo o pessoal das agências para o pagamento desses benefícios nos dias de pico, focando apenas no lado social do banco; a realocação de bancários para unidades com maior contingente de atendimento, além da não cobrança de metas no período destinado ao crédito dos programas sociais.

O Sindicato cobrou ainda o pagamento de todas as horas extras efetuadas e que a SR oriente os gestores para que os bancários façam o registro correto do ponto, independentemente do horário que eles encerrarem as suas atividades na agência.

Em resposta, o Superintendente assegurou que passará as instruções aos gerentes e avaliará as medidas propostas, mas adiantou que algumas delas já estão sendo tomadas, como a redução de metas e o deslocamento de pessoal para suprir a alta procura dos serviços bancários em certas localidades.

Questionado sobre o número insuficiente de funcionários e os problemas de tecnologia da Caixa, Romero afirmou acreditar que a Direção do Banco chamará não somente os aprovados, mas o cadastro de reserva do concurso em andamento e informou que a empresa tem investido na atualização de seus sistemas e aplicativos para agilizar o atendimento.

O gestor citou o uso de biometria nos caixas eletrônicos, a existência de uma prestadora de serviços para corrigir falhas tecnológicas em tempo hábil, assim como a atualização do programa Caixa Tem, a fim de evitar travamentos, deslocamentos desnecessários e filas nas agências físicas.

No fim da reunião, o Superintendente se comprometeu a levar algumas das reivindicações dos bancários à Direção da Caixa, a exemplo do pedido do presidente do SEEB-MA, Dielson Rodrigues, para a abertura de novas unidades do banco em outros municípios com demanda elevada.

Para o diretor do Sindicato, Enock Bezerra, o encontro foi positivo, mas é preciso verificar se, no próximo período de pagamento dos benefícios sociais, as medidas já adotadas pela Super/SLZ serão suficientes para diminuir o caos nas agências e os transtornos causados aos bancários e aos clientes na regional São Luís.

“Vamos continuar acompanhando a situação. Inclusive, apresentaremos as mesmas propostas para a SR Imperatriz. Em 30 de abril, vamos realizar um Dia de Luta para cobrar da Direção da Caixa e do Governo Federal a contratação de mais bancários e melhorias tecnológicas com o objetivo de garantir condições dignas de trabalho e de atendimento em todo o Maranhão. Contudo, caso seja necessário, estamos mobilizados e prontos para organizar uma paralisação. A luta continua” – finalizou.

Além de Enock e Dielson, representou o SEEB-MA na reunião o conselheiro Wellington Freire. Pela Caixa, além de Romero Cavalcanti, participou da reunião a Gerente de Rede de Varejo, Joelma Neves. Por nenhum direito a menos, avante!