Luta em defesa dos bancários do Itaú segue firme!

Luta em defesa dos bancários do Itaú segue firme!

Escrito em 26/05/2024

O SEEB-MA ajuizou ação na Justiça do Trabalho com o intuito de obrigar o Itaú a oferecer um plano de saúde de qualidade a todos os seus empregados no Maranhão. Desde janeiro, o Sindicato tem denunciado a precariedade dos serviços da Unimed no Estado, como as negativas reiteradas de atendimento aos bancários e a falta de médicos conveniados.

Em reunião com a Fundação Itaú e com o Setor de Relações Sindicais do Banco, o Sindicato solicitou a troca imediata do convênio, mas a instituição financeira se recusou a atender ao pleito do SEEB-MA, sob a alegação de que essa mudança seria difícil, pois não poderia ocorrer só no Maranhão, mas em todo o Brasil.

“Diante dessa justificativa rasa, da intransigência e do desrespeito do banco com a saúde de seus empregados repudiamos esse posicionamento ainda durante a reunião. Tentamos resolver a questão de forma administrativa, mas devido à impossibilidade, decidimos tomar as medidas jurídicas e políticas cabíveis, a fim de garantir um plano de saúde à altura dos bancários do Itaú" - afirmou a diretora Gerlane Pimenta.

É necessário ressaltar que o Sindicato nunca permitiu e jamais admitirá que um banco que lucrou mais de R$ 35 bilhões em 2023 trate com descaso a vida de seus funcionários. "Por saúde e por nenhum direito a menos, a nossa luta continua” – afirmou o diretor Alberto Félix.

SEEB-MA PEDE APLICAÇÃO DE MULTA POR ITAÚ NÃO REABRIR AGÊNCIAS

O Itaú pensa que está acima da lei. Embora a Justiça tenha concedido liminar em favor do SEEB-MA e do PROCON, determinando o não encerramento das agências Cohama e Rua da Paz, em São Luís, o banco segue descumprindo a decisão judicial e mantendo as agências fechadas na certeza da impunidade.

Em face desse desrespeito ao Judiciário, o Sindicato já peticionou junto à Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Capital, solicitando a aplicação de multa diária ao banco pelo inadimplemento da liminar por parte do banco.

“Vale ressaltar que o SEEB-MA está confiante no êxito da ação e na reabertura das agências, com a consequente confirmação da liminar no Tribunal de Justiça, em razão das provas robustas juntadas aos autos, que comprovam a omissão do Itaú em apresentar seu plano de reestruturação no Estado, prejudicando bancários e clientes” - finalizou Alberto. Pela reabertura das agências Cohama e Rua da Paz, avante!