Bancários autorizam assinatura de aditivo sobre o Saúde Caixa

Bancários autorizam assinatura de aditivo sobre o Saúde Caixa

Escrito em 03/11/2021

Em Assembleia Geral Virtual realizada no sábado (30/10), via aplicativo Zoom, bancários ativos e aposentados da Caixa decidiram que o SEEB-MA deve assinar o Termo Aditivo ao ACT 2020/2022, que estabelecerá a nova forma de custeio para o Saúde Caixa.

Na prática, os participantes aprovaram o pagamento de uma 13ª mensalidade ao plano, que será descontada no 13º salário em novembro de 2022. Essa proposta já havia sido acordada pela Contraf e pela Caixa em mesa de negociação e homologada, por meio de consultas virtuais, pela maioria dos sindicatos do país, que não lutaram por um acordo melhor.

Diante do quadro nacional, os bancários do Maranhão decidiram que o SEEB-MA deveria assinar, também, o Termo Aditivo ao ACT 2020/2022.

Apesar da aprovação, a Diretoria do Sindicato esclareceu os presentes e criticou a forma antidemocrática e sem transparência que a Contraf negociou a nova forma de custeio do Saúde Caixa, tirando a responsabilidade do banco e jogando a conta para os bancários.

Para o SEEB-MA, a proposta aprovada é prejudicial ao funcionalismo, pois o correto seria lutar para aumentar o teto de gastos da Caixa com saúde, tendo em vista que a desculpa do banco para manter o teto de 6,5% já caiu, com a revogação da Resolução 23 da CGPAR.

“Mais uma vez, as confederações desmobilizaram a categoria e empurraram acordos ruins para os participantes assinarem sem resistência. Vamos nos unir em todo o país e organizar uma greve para derrubar esse teto e defender o Saúde Caixa” – afirmou o diretor Eloy Natan.