SEEB cobra condições dignas de trabalho no BB Mirador

SEEB cobra condições dignas de trabalho no BB Mirador

Escrito em 04/11/2021

O SEEB-MA, apoiado por bancários, professores, comerciantes, servidores públicos, políticos e populares, realizou nesta quinta-feira (04/11) um ato público em frente ao Banco do Brasil, em Mirador.

Na ocasião, todos os presentes criticaram a decisão do BB de transformar a agência da cidade em uma “sala de negócios”, o que precarizou, ainda mais, o atendimento ao público e as condições de trabalho no local, devido ao número reduzido de bancários.

“Para se ter ideia, o Banco do Brasil de Mirador só possui dois funcionários, que estão sobrecarregados e adoecidos, sem ter como atender a demanda da cidade e dos municípios vizinhos. Além disso, há poucos caixas eletrônicos, filas quilométricas e falta de dinheiro nos terminais para a população. É uma situação insustentável” – avaliou o diretor do SEEB-MA, Cássio Valdenor.

Diante disso, o vice-prefeito de Mirador, Abraão do Joelino; o presidente da Câmara Municipal, Giorgiano Sá; os vereadores Natal do Rafael, Maciel do Povo, Irmão Francisco; bem como o Procurador-Geral de Mirador, João Alberto; o Presidente do Sindicato dos Professores, Wálber; e o Presidente do Conselho Municipal do Comércio, Marcelo, cobraram do Banco do Brasil a contratação de mais bancários e, sobretudo, o retorno da agência do BB de Mirador, a fim de garantir condições dignas de trabalho para os funcionários e atendimento de qualidade para a população, visto que uma mera “sala de negócios” não atende às necessidades da região.

“Agora, o SEEB-MA vai solicitar à Câmara dos Vereadores a realização de uma Audiência Pública para discutir, com toda a população, as ações necessárias para que o Banco do Brasil resolva essa situação o quanto antes” – finalizou Cássio, agradecendo ao apoio da classe política, da sociedade civil e do ex-funcionário do BB, Jean, que auxiliou decisivamente na logística da manifestação. A luta continua!