SEEB-MA luta contra o assédio moral na Caixa Açailândia

SEEB-MA luta contra o assédio moral na Caixa Açailândia

Escrito em 29/09/2021

Nessa segunda-feira (27/09), o SEEB-MA retardou a abertura da agência da Caixa Econômica Federal, em Açailândia (MA), para protestar e cobrar o fim do assédio moral praticado contra os funcionários daquela unidade.

De acordo com denúncias constatadas pelo Sindicato, a nova Superintendência Regional da CEF (SR/ITZ) tem tratado os bancários da Caixa Açailândia com desprezo e falta de respeito, submetendo os colegas a situações constrangedoras e humilhantes, a fim de bater metas e alcançar resultados.

“O ambiente laboral na agência está insuportável. Há bancários, inclusive, afastados por problemas psicológicos e outros incomodados com a postura do gestor da SR, que já respondeu por esse tipo de conduta no Estado do Piauí, em denúncia arquivada pelo MPT” – informou o diretor do SEEB-MA, Cássio Valdenor.

Vale ressaltar que, em três reuniões, o Sindicato cobrou uma mudança de postura do Superintendente, o que não surtiu efeito. Diante disso, com o objetivo de coibir as ações ilegais do gestor e resguardar a saúde dos bancários, o Sindicato decidiu abrir ouvidorias e denunciar o caso ao Ministério Público do Trabalho (MPT), em Imperatriz.

“Estamos atentos a qualquer ataque aos direitos dos trabalhadores. Não vamos aceitar, de modo algum, que nossos colegas sejam desrespeitados no seu local de trabalho, muito menos que fiquem doentes por pressões abusivas da SR. Caso o Superintendente não se abstenha de praticar assédio moral, o Sindicato tomará outras medidas políticas, administrativas e jurídicas para pôr fim a essa prática de uma vez por todas” - finalizou o diretor João Siguinez, que estava acompanhado dos dirigentes Cássio Valdenor e Lívia Morais.

Bancário(a): denuncie!