SEEB-MA na luta pelo modelo atual do Saúde Caixa

SEEB-MA na luta pelo modelo atual do Saúde Caixa

Escrito em 19/07/2021

O SEEB-MA, em conjunto com outras entidades, continua firme na luta pela manutenção do atual modelo de custeio do Saúde Caixa, com contribuição de 70% pelo banco e de 30% pelos bancários, garantindo, assim, o direito à saúde e o equilíbrio financeiros dos trabalhadores.

Nas reuniões do Grupo de Trabalho, criado no ACT 2020/2022 para discutir a sustentabilidade do Saúde Caixa, o movimento sindical defende, ainda, os princípios fundamentais do plano de saúde, como a solidariedade e o pacto intergeracional, além da inclusão dos novos admitidos no convênio.

Enquanto isso, o Governo Bolsonaro e a Direção da Caixa, amparados pela nociva Resolução 23 da CGPAR, criada por Temer, agem para inviabilizar financeiramente o Saúde Caixa, tentando impor um modelo de custeio paritário de 50%/50%, bem como o fim dos princípios sustentáveis.

Felizmente, porém, no dia 13/07, a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 956/2018, que suspendeu os efeitos da Resolução 23 da CGPAR, dando um duro golpe nas pretensões perversas do Governo. Agora, a luta dos trabalhadores será no Senado!

Para o SEEB-MA, o objetivo de Bolsonaro e Paulo Guedes é extinguir o Saúde Caixa, criando diferenças entre empregados, limitando os gastos da CEF com o convênio, estipulando aumentos exorbitantes nas mensalidades e na coparticipação e precarizando os serviços ofertados.

Como o novo modelo de custeio deve ser apresentado pelo banco até o dia 31 de julho, apesar da sustação da Resolução 23 da CGPAR, os bancários, em conjunto com as entidades dos trabalhadores devem se mobilizar para manter o Saúde Caixa solidário e sustentável para todos.

“Vamos pressionar nossos senadores, via redes sociais, para que o PDC 956/2018 seja aprovado no Senado, derrubando definitivamente essa Resolução nefasta e os ataques do Governo, pois só assim salvaremos o Saúde Caixa e os planos das estatais” – afirmou o diretor Enock Bezerra.